29.7.07

era para ser diferente de sempre
e foi

já tinha passado tanto tempo
e eu não sabia mais, mas eu sabia
ele não apareceu na minha vida para passar por ela

alguma hora, o destino iria chamar-nos para uma conversa
colocaria as cartas na mesa
e nos empurraria para o jogo.

Um comentário:

Beatriz Tavares disse...

Simples e perfeito! Nossa, Juju, quantos belos poemas nos últimos tempos! Tá inspirada, heim?! Como é bom estar apaixonada...
Beijos!