31.1.08

em pele ou lona - (por Ledusha)

Há horas definitivas em que o amor te põe nocaute
Não existe pele ou lona alguma que suavize o seu impacto
O amor te expõe a tudo de novo, de velho, de insano, de lindo, de fácil impossível
Depois de espumar como um mar bravio em seus ouvidos
subitamente repousa e de joelhos te promete a eternidade - quem o rejeitaria?
Às vezes depois de dormir no teu colo te esfola vivo

O amor sabe como te arrancar o couro, baby
Sua brasa intermitente no bom e no tal sentido
te fazem um ser movido a ciscos, relâmpagos de lâmina, prazeres e suspiros
O amor te encaixa no caos do cosmo no colo maternal das nuvens
Te deixa à beira, à deriva e te incita a pisar sem olhos seu precioso gume
O amor detona revoluções, partidos, linhas filosóficas, correntes artísticas
Fomenta banalidades, paixões, teses de doutorado, crimes, letras de música e saudade Instrumentos que delineiam a história e geografia de cada um
O amor te faz preciso
Vulnerável porém radioso

30.1.08

Your love

is better than ice cream.

25.1.08

Hoje de manhã...

ele me chamou de Cinderella ao acordar. Disse que eu acordo linda e me perguntou o que eu ví nele, um homem tão insensível...

eu não respondi nada, mas agora penso que "ocultar a sensibilidade" para ele deve ser a falta dela, mas ele me chamou de Cinderella!!!

existe insensibilidade nisso???

Pranto para Comover Jonathan -Adélia Prado

Os diamantes são indestrutíveis?
Mais é meu amor.
O mar é imenso?
Meu amor é maior,
mais belo sem ornamentos
do que um campo de flores.
Mais triste do que a morte,
mais desesperançado
do que a onda batendo no rochedo,
mais tenaz que o rochedo.
Ama e nem sabe mais o que ama.

Dia 30 de Janeiro, Quarta-feira - VERSOS DA MEIA NOITE


VERSOS DA MEIA-NOITE


FOLIA POÉTICAPERFORMANCES / PROJEÇÕES / DJS / SHOWS / E MUITA POESIA
“PURPURINA É UM ÁCIDO QUE DURA VÁRIOS DIAS” (CHACAL)

SOLTANDO A FANTASIA E VESTINDO A POESIA:

SABASAUERS (MOVIMENTO INVERSO)
ADRIANA MONTEIRO DE BARROS (PIANOS INVISÍVEIS)
RATOS DI VERSOS
PALAVRA ROUPA A CENA (DUDU PERERÊ e IVNY MATOS)
GLAD AZEVEDO (VOZ e VIOLÃO)
EDU PLANCHÊ
BAYARD TONELLI
THEREZA CHRISTINA ROCQUE DA MOTTA
MADAME KAOS (BEATRIZ PROVASI, JUJU HOLLANDA e MARCELA GIANNINI)
ERICSSON PIRES

ENGOLINDO CONFETE E CUSPINDO SERPENTINA:
GEAN QUEIROZ

RIO / 30 JAN / QUARTA / 23HS


FOSFOBOX BAR CLUB
RUA SIQUEIRA CAMPOS 143 LJ 22ª
ATÉ 00H R$10 / APÓS OOH R$ 15 / COM FLYER R$ 10
versosdameianoite@hotmail.com

18.1.08

O triste -Alexandre França

estou triste por você
estar triste.
eu fico triste quando
você fica triste.
eu fico triste quando nós
ficamos tristes e
não falamos no assunto.
e mais ainda
quando não sei como
encontrar o seu triste
no escuro do meu mundo.

tarde nublada
sol aparece às vezes
e reflete no asfalto

palavras tristes aquecem
o asfalto

tábua corrida de cores aquareladas
pintadas à dedo

faltam línguas de saliva
e sombras na paisagem

falta aquilo que pode ser você na paisagem
falta o outro lado de um eu
refletido na paisagem

faltam escolhas de onde poderia estar
faltam raízes e laços de fita cantarolando pela tarde
e se é tarde
sobram vontades, desejo
e transborda você no pensamento.
pode ser tudo
e se esconde em meus olhos
como biombos enfurecidos

vontade inconsequente de revelar-se

aquele amor foi vago
hoje tudo é tão simples

complicado apenas
o medo irracional de perder minutos pensando
em minutos perder
irracional apenas
complicado viver o medo de perder
de perder o medo
de perder você.

17.1.08

NÓS


24 horas por dia
pensar em você é leve como pluma
uma saudade boa a me conssumir por dentro
e o pensar em te ver amanhã
é o que acalenta o coração
e faz tudo quente


olhar você numa fotografia
e sentir o seu cheiro
sua presença
as texturas da sua pele
dos seus pêlos, do seu corpo,
seu suor

te saber aqui perto
aqui tão
dentro
dono do furacão
causador das calmarias
enchente de líquidos e sorrisos

vento que refresca
sol que queima
chuva que inunda.

passo 24 horas a me saber tão eu em você em mim
um nós apertado...

um barco à velas
ancorado na paisagem

assim é nosso amor!

Você é o cara -Kelly Key


A confiança tá fluindo,
Eu gosto do que estou sentindo.

O meu sorriso não disfarça,
Quando se quer alguma coisa a gente abraça

Eu mergulho em queda livre;
Com você crio coragem.

Aceito qualquer desafio;
E qualquer coisa na bagagem.

Eu confio em você;
De olhos fechados posso ver;
Honestidade, em um ser humano.

Tá dificil de encontrar;
Hoje em dia igual a ti.

Você, você, você é o cara!
Você, você, você é o cara!
Você, você, você é o cara!
A pessoa mais linda do mundo...

________________________

* Pq sim! Qdo a a gente tá APAIXONADA a gente consegue ser "brega", ouvir uma música que em outro "estado de espírito" não ouviríamos por ser "cafona" e achamos isso LINDOOOOOO!!!!

*na verdade, isso deve acontecer pq QUANDO A GENTE TÁ APAIXONADO... a gente não tem VERGONHA! e eu vivendo essa fase TÔ ACHANDO TUDO ISSO O MÁXIMO!!!
__________________________

14.1.08

Banda Lordão - Isso É Que é Amor!



(*Nuno Baptista - olhares.com)


Eu acordei daquele jeito
Sem o que aceso
Um vulcão por dentro a me incendiar
E ao mesmo tempo leve

Um floco de neve branco e transparente solto pelo ar
E um sorriso aberto e você por perto

Namorar é coisa boa eita coisa boa
Não demora
Não demora
Eu tô quente à todo vapor

Me namora me namora
Tô ardendo de tara e calor
Sinto meu coração
Bombeando pressão
Carregado de amor

Isso é que é amor
Que deixa a gente leso no mundo da lua
Abestalhado tonto no meio da rua
Um bobo, menino, sorrindo
Cantarolando pelo ar

Isso é que é amor
Pegando fogo 24 horas por dia
Derretendo iceberg em madrugada fria
Que nem o mar gelado pode apagar
Tô queimando, queimando
Tô daquele jeito
Tô com sei o que aceso prá te incendiar...
(*Nuno Belo - olhares.com)

bailarinas voam como pássaros


enquanto rodopiam num palco iluminado.


a platéia extasiada espera o "gran finale"!


seria fácil fazer pliê e dançar

se o coração fosse inerte e sentimentos não existissem

nessa vida de sombras

onde cobras se escondem em pés de mesa e copos com gelo.
(*Guido Caldeira - olhares.com)

se eu fosse uma flor

não seria abstrata

não teria vontades perdidas

nem medo da morte.


a pressão não seria baixa

nem sentiria calor.


pensamentos seriam orvalho

fome e sede

água da chuva

evolução? seria pólem.


beijos - picadas de abelha


dor? só se arrancassem pétalas

ou me deixassem numa sala no meio da mesa de centro para emoldurar brigas, saudades ou indiferença.



num vaso com água parada e larvas; talvez até fosse feliz.


não passaria a vida contemplando mentiras num porta retratos

nem procurando holofotes de atenção

tentando encontrar presentes encantados em ruas escuras

e nem amores verdadeiros

em promessas vagas de talvez.

10.1.08

Tem um poema meu lá:

Ontem recebi um e-mail do dono deste blog dizendo que tinha gostado de um poema meu e se poderia publicar. Eu perguntei como ele tinha me achado e ele disse que fez uma busca por "poem, poetry, etc." e me encontrou...

http://www.manfredisalemme.blogspot.com/

A internet é mesmo FABULOSA!!!

E enfim... meu poema está lá.

9.1.08

Sempre o velho Buk


when God created love He didn't help much
when God created dogs He didn't help dogs
when God created plants that was average
when God created hate we had a standard utility
when God created me He created me
when God created the monkey
He was asleep
when He created the giraffe He was drunk
when He created narcotics He was high and when He created suicide
He was low
when He created you lying in bed He knew what He was doing He was drunk and He was high
and He created the mountains and the sea and fire at the same time
He made some mistakes
but when He created you lying in bed
He came all over His Blessed Universe.

*foto by Marcelo Gibson


seria bom ser a Bela Adormecida e furar o dedo numa roca envenenada.
só que: quem nasceu para Cinderela...
não adormece.
perde os sapatos,
anda descalça,
mas não - não adormece!

Roll the dice



"if u want to try, go all the way" - foi mais ou menos isso que o velho Buk escreveu. E é exatamente isso que eu estou vivendo agora. vivendo a sensação de estar "going all the way" pela estrada a fora e seguindo em frente. apreensiva, ansiosa e com a cara limpa esperando por tapas, beijos, carinhos...

medo, calafrio e ao mesmo tempo uma sensação de dever cumprido comigo mesma. serão os 3 meses mais longos da minha vida, mas... os mais valiosos também. em ABRIL/08 vou acordar num iceberg e que sabe torrar à beira do mar ouvindo um punk rock bem pancada, tomando vodka com as pernas na espreguiçadeira enquanto a vida e você me invadem pela frente.

Em ABRIL - Acordei num Iceberg - Poesias por Juliana Hollanda / LANÇAMENTO!!!!

8.1.08

Want some Candy?

close your eyes...


fecho os olhos e penso no nosso amor naquele colchão cheio de histórias, fluídos e cheiros. em todos os ruídos e gemidos que o prazer imprime na pele. em todas as músicas que displicentemente compomos.
como se estivéssemos naqueles brinquedos de parquinho de criança, ziguezagueamos ferozmente.

é um devorar do outro que a paixão transforma em magia.
é um feitiço que se esfrega na pele e faz coração pular feito criança que pula corda no recreio.

hoje eu acordei e você me olhava. seus dedos grandes acariciavam meus cabelos. quando te olhei, eu sorri. sorri no doce momento de te ter visto.

a saudade é tanta que nem sei como respiro sem sua pele perto e caminho.
sigo em frente esquecendo as topadas.

tenho sede. preciso matar minha sede, minha fome.
preciso morrer em seus braços quantas vezes for preciso para que ressucitar seja pleno como um jardim de margaridas e as marcas fiquem impressas [latejando] em mim no dia seguinte.

o dia está nublado e quente. as lembranças me assombram como fantasmas.
passados e futuros atormentam.
casos, cacos, carcaças, pensamentos...
sobre o que deve ser esquecido.
medo que o futuro venha para carregar o que se quer viver e leve esse presente lindo para longe.

smile


escura a saudade
nesta noite quente
sem teu corpo

sua voz ecoa no celular
e parece que você está aqui.

é uma miragem que me aquece a alma
e você está aqui
estamos juntos como o vento e as folhas
entre as mesas e cadeiras do bar

fecho os olhos
e te sinto
aqui
dentro de mim

uma onda de calor invade meu peito
e você lá dentro
sorri.

4.1.08




sem nada saber
alguma hora,
de alguma coisa sei

as mãos voam
como pensamentos
e
os pés dançam
como holofotes
na pista de dança.

olhares sobem árvores
como plantas,
trepadeiras
e a ventania carrega
os copos de plástico
debaixo do braço.

é tudo acaso
quando a gente decobre:
"o que é felicidade meu amor..."


as borboletas fazem
alvoroço e brigam
gritam,
brilham no escuro.

parecem estrelas
de papel picado,
confete de carnaval.

é sempre festa quando elas gargalham

onde elas estão?

parece que...
em mim.

"Chegue bem perto de mim. Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa. Ou não diga nada, mas chegue mais perto. Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira, virar nada..."

Caio Fernando Abreu

2.1.08

"Eu te amo e vou gritar prá todo mundo ouvir!"



quantos quandos
enquanto deixamos encantos
vontades
para escondermo-nos
naquelas casas caóticas

ao falar que
sentimos o amor
queremos ouvir que nós somos o seu

tentamos
apenas tentamos fazer
com que nosso pacto seja inquebrável
algo assim azul, reluzente
algo assim como o que sinto por você.

2008


petecas e pétalas de flor
é tudo cansaço e angústia

[ansiedade nos jogos e nas paixões]

mergulhar na areia
fofa e quente
engolir perfume
e tomar sorvete

é tudo áspero e macio como a vida
e os altos e baixos

superfícies e fundos

[poço]

eu não posso mais correr atrás
daquilo que eu acho que sou

[não é certo]

eu preciso escutar as palavras azuis e as lágrimas
para entender a liberdade e as certezas;
as falhas;
os medos
e as asas.

o mar frio e as ondas que envolvem meu corpo
enquanto
sonho, ao seu lado,acordada
com os fios doces
dos seus lábios.

DESCULPEM

o desabafo abaixo. ele nem deve ser lido. nem deveria estar aqui, mas é que eu não aguento depois do melhor REVEILLON da minha vida, ao lado do amor da minha vida, no lugar mais fofo da minha vida...

voltar ao trabalho e ouvir chatice e gritinhos histéricos porque a pessoa é incompetente.

isso me stressa, me deixa nervosa, me irrita e eu preciso escrever sobre isso senão eu EXPLODO!

grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!

hoje eu estou que nem criança!

Odeio gente feia, burra e chata!

tem gente que estuda tanto e pra´quê? para ser mal educado, para tentar deixar de ser burra e virar prepotente?
para quê fazer um doutorado se não consegue entender a diferença entre recusar e finalizar?
se não consegue cumprir os prazos? aposto que a defesa de tese foi feita no prazo!!! caso contra´rio, a pessoa não teria conseguido o título! a meu ver... INÚTIL, pois se vc não sabe lidar com as pessoas e sai explicando seus erros e não justificando-os, se sai derrubando uma coisa e elogiando outra que é muito inferior então... eu não sei, não sei mais qual o sentido, qual o sentido de vc ter estudado tanto!

VAI LAVAR CHÃO QUE VC VAI SER INFINITAMENTE MAIS GENTE!
Don´t let me die

I´m not feeling alone, mas a música é lindaaaa!