7.11.06

Súbita inspiração

Viva querendo estar morta
morta querendo estar viva
indecisa e incompreendida como sempre
louca e inconstante como agora
esperançosa e otimista como deveria
na verdade,
só quero morrer!


*sempre respondendo os e-mails da Maris é que me surgem as inspirações mais verdadeiras.

2 comentários:

maristotelica.blogspot disse...

Que lindo!
Que lindo ouvir isso!
Salva a gripe, o desemprêgo, a leve tristeza,
e o melhor NÃO É REMÉDIO. É POESIA!!!!!!!!!
BELA JU

Thiago Florencio disse...

existe inspiração maior que a morte? Estrofes sem troféus, só o instante morte com seu temor é um tesão a todos, beijos, recordei, é o início do precipício, talvez sem fagulhas nem pontas de agulhas - que brilhem as estrelas do decapitado São João! Valeu Juju, um recado meu abaixo da maristotélica