1.11.06

Amor idiota

É tão idiota te amar
tão unilateralmente...

Eu não durmo para pensar em você
pra medir suas atitudes
fixar seu sorriso
decorar suas palavras
lembrar da sua gentileza
pensar na sua preocupação comigo...
mas eu não me importo de te amar
mesmo que esse amor seja
idiota
como eu sou.

3 comentários:

Miss Janis Joplin disse...

Amar é mesmo tão bobo...

Esses dias escrevi para um amor, pedia por favor que me deixasse dormir.

=*

maristotelica.blogspot disse...

delícicia de tristeza!
como pode poesia ser essa coisa tão torta........


beijosssssssss

Robson Leite de Albuquerque disse...

Bom, segundo certo poeta há (de ter) algo de profundamente ridículo no amor, senão amor não é.
Estou em Ouro Preto. Fórum de Literatura de OP. Chove. Lareiras ingrines. Fôlego escasso. O mundo é um poema esgorregadio.