28.10.06

I luv ya!

você recita o poema que escreveu pra mim
pq eu gosto de ouvir
e eu gosto sim

eu sinto o poema em mim
colado como tatuagem
eu sinto as palavras
eu sinto em mim o que diz o poema
que você não escreveu pra mim

eu vivo escrevendo para você
e não sei se você sente em você
os poemas que eu escrevo pra você

eu sei que você fala o poema
que não escreveu para mim
pq eu gosto de ouvir

eu sei que você gosta de saber
que eu gosto do seu poema
e você fala o poema que eu gosto
pra mim
pq eu gosto

e eu falo o poema que escrevi pra você
pra você entender
que eu gosto na verdade
é de você!

...mas, não posso...

Um comentário:

maristotelica.blogspot disse...

Dá uma ótima letra de música.
Muy bien faz o amor que convém!
Belo, bela!