30.10.06

nuvens

Dias passam
as nuvens que você adora
movem-se naquilo que é infinito

um oito na horizontal
sem nenhuma representação
de qualquer coisa
quando o eterno
é somente o que não quero

sentir é abstrato demais
quando sem ti estou
domínio.

2 comentários:

maristotelica.blogspot disse...

lindo

bruna disse...

Oi, Juliana, recebi seu recadinho. Vamos nos falar por e-mail bebernaodirija@gmail.com e a gente marca uma data. Beijo.